"Mark to Market" (MTM) ou "MTM Pricing" refere-se ao processo em que uma bolsa de valores que define um preço de liquidação oficial de um ativo futuro e ajusta as posições de todos os participantes do mercado para refletir seus lucros ou perdas em comparação com esse preço de liquidação. É essencialmente um processo de duas etapas realizado no final do dia de negociação:

  1. A bolsa de valores determina o preço de liquidação do ativo, o qual é geralmente diferente do preço que este foi negociado pela última vez no final do dia.
  2. O PnL (Profit and Loss) em referência a este preço de liquidação é aplicado à conta dos traders.

Exemplo 1:

O trader A entra em uma posição longa com um contrato de CL a $ 60,00. O trader A pretende manter a posição aberta da noite para o dia. O saldo da conta do trader A é de US $ 20.000,00.

O MTM (Mark to Market) acontece no final do dia de negociação e o CME (CME Group Inc.) estabelece o preço de liquidação em $ 61,00. Uma alteração de US $ 1 neste caso significa lucro de US $ 1.000 para o Trader A. O saldo da sua conta fecha em US $ 21.000 para o dia e na manhã seguinte, ele ainda está na posição log (comprada) em US $ 61. A posição é frequentemente marcada na plataforma de negociação como "SOD", que significa "Start of the Day=Início do dia". No início do dia seguinte, o PnL do trader A mostrará US $ 0.

Exemplo 2:

O trader B está shorting (vendendo com intenção de recompra) o ES em US $ 2.770,00 com dois contratos. O trader B pretende manter a posição aberta da noite para o dia. O saldo da conta é de US $ 20.000,00.

O MTM acontece no final do dia e o CME estabelece o preço de liquidação em US $ 2.776,50. Essa é uma perda de US $ 650 para o Trader B, que é aplicada à conta, reduzindo o saldo para US $ 19.350,00. No dia seguinte, o Trader B ainda está na posição de US $ 2.776,50, com uma etiqueta SOD na plataforma. No início do dia seguinte, o PnL do trader B mostraria US $ 0.

Encontrou a sua resposta?